Liga dos Campeões da Europa – UEFA: Bayern de Munique dá um chocolate de 6 a 1 em cima do Porto

Xabi Alonso coloca um ponto final numa exibição de sonho do Bayern ©AFP/Getty Images
Xabi Alonso coloca um ponto final numa exibição de sonho do Bayern ©AFP/Getty Images

 

 

Após uma bela apresentação no primeiro jogo pela semifinal  da Liga dos Campeões, com uma vitória maiúscula e incontestável sobre o todo poderoso  Bayern de Munique, o Porto viu suas esperanças irem por água abaixo em um primeiro tempo que lembrou o jogo da Copa do Mundo entre Brasil e Alemanha, e que agora ocorreu na Allianz Arena,  já que no primeiro tempo o time da casa vencia o time português por 5 a 0 e no final da partida o 6 a 1 foi mais que suficiente para devolver  com juros e dividendos a derrota da semana anterior.

Desfalcado o Bayern de Munique, teve Thiago Alcântara como destaque em um primeiro brilhante para o time alemão e desastroso para o time português do Porto.

 

O sorteio da semifinal da Liga dos Campeões será na sexta-feira. Os jogos serão disputados em maio. O Porto tem outra partida decisiva já neste fim de semana. Pelo Campeonato Português, visita o Benfica. O Bayern de Munique pode garantir o título alemão. Recebe o Hertha Berlin na Allianz Arena.

 

Lewandowski pro Müller, que arrancou e chutou. Fabiano defendeu, o polonês pegou o rebote e mandou na trave. Não demorou para o gol sair. O Porto falhou duas vezes. Primeiro na esquerda, dando liberdade a Bernat para cruzar, e depois dentro da área, em que Maicon deixou Thiago se antecipar e finalizar de cabeça.

 

E em menos de meia hora, o Bayern já estava folgado em campo e vencendo por 3 a 0. Sempre pelo alto. O segundo veio em escanteio. A bola sobrou para Boateng, que cabeceou fraco, e Fabiano não alcançou. O terceiro foi um golaço. Thiago fez lançamento longo para Lahm, que cruzou bonito para Müller, que ajeitou e Lewandowski cabeceou com força.

 

Só aí que o Porto passou do meio-campo com a bola no chão. Até então, só em chutão ou tentando apertar o Bayern. Mas sem muita efetividade. Lopetegui ainda mexeu no primeiro tempo. Abdicou da linha de quatro zagueiros e colocou outro improvisado como lateral-direito, o meia Ricardo. Mas veio o quarto. E o quinto. Müller chutou de longe, desviou em Martins Indi e enganou Fabiano. Depois outro de Lewandowski.

 

Veio o segundo tempo e entrou o volante Rúben Neves no lugar de Quaresma. Mais como uma tentativa de organizar o meio-campo e evitar um vexame histórico do que buscar a classificação. E o Bayern claramente colocou o pé no freio, a vaga já estava nas mãos mesmo… O Dragão teve mais a bola, mas nada fazia.

 

Aos poucos o Porto foi ganhando alguns metros e marcou. Foi o primeiro gol que o Bayern levou na Allianz Arena nesta edição da Liga dos Campeões. Ricardo abriu para Evandro na linha de fundo, que buscou Jackson lá dentro para marcar. Pouco depois o colombiano teve nova chance, mas chutou para fora. Porém, mesmo com a tentativa de pressão, o Bayern não correu riscos, viu Marcano ser expulso, e ainda veio o sexto em cobrança de falta de Xabi Alonso.

 

FICHA TÉCNICA

 

BAYERN DE MUNIQUE x PORTO

 

Local: Allianz Arena, em Munique (ALE)

 

Data-hora: 21/04/2015, às 15h45 (de Brasília)

 

Árbitro: Martin Atkinson (ING)

 

Auxiliares: Michael Mullarkey (ING) e Stephen Child (ING)

 

Gols: Thiago Alcântara (13’/1ºT), Boateng (21’/1ºT), Lewandowski (27’/1ºT), Müller (36’/1ºT), Lewandowski (39’/1ºT), Jackson Martínez (28’/2ºT), Xabi Alonso (42’/2ºT)

 

Cartões amarelos: Herrera (POR), Jackson Martínez (POR), Badstuber (BAY), Ricardo (POR), Marcano (POR)

 

Cartões vermelhos: Marcano (POR)

 

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer, Rafinha (Rode, 26’/2ºT), Boateng, Badstuber e Bernat; Lahm, Xabi Alonso e Thiago Alcântara (Dante, 43’/2ºT); Götze (Weiser, 40’/2ºT), Lewandowski e Müller. Técnico: Pep Guardiola

 

PORTO: Fabiano, Reyes (Ricardo, 32’/1ºT), Marcano, Maicon e Martins Indi; Casemiro, Herrera e Óliver Torres; Brahimi (Evandro, 21/2ºT), Quaresma (Rúben Neves, intervalo) e Jackson