Ginástica Artística: Arthur Zanetti é ouro e Diego Hypolito é prata na etapa de Doha da Copa do Mundo de Ginástica Artística.

Arthur Zanetti e Diego Hypolito
Arthur Zanetti e Diego Hypolito

 

Campeão olímpico dominou mais uma vez nas argolas, enquanto Hypolito ficou perto do título no solo

 

 

No primeiro dia das finais por aparelhos da etapa de Doha da Copa do Mundo de Ginástica Artística, no Catar, o Brasil conquistou duas medalhas. Arthur Zanetti confirmou seu favoritismo nas argolas e ficou com o ouro. Já no solo, Diego Hypolito conquistou a prata. Os dois ginastas recebem a Bolsa Pódio do governo federal.

 

 

O primeiro a entrar em ação nesta quinta-feira (26.03) foi Diego Hypolito. Em sua apresentação, o brasileiro alcançou a nota de 15.425. O único a superar Diego foi o norte-americano Jacob Dalton, campeão com 15.475. O japonês Shotaro Shirai completou o pódio ao ficar com o bronze, com a nota 15.025.

 

 

Nas argolas, Arthur Zanetti não deu qualquer chance a seus rivais. Ele melhorou seu desempenho em relação ao primeiro dia da Copa do Mundo. Depois de tirar 15.625 na eliminatória, o campeão olímpico em Londres 2012 conseguiu a nota 15.725 na final, deixando todos os rivais para trás. O armeno Artur Movmasyan foi prata com 15.425 e o romeno Muntean foi bronze com 15.325.

 

 

 

Nesta sexta-feira (27.03) o Brasil disputa mais duas medalhas na Copa do Mundo de Doha. Às 11h, Diego Hypolito tenta o segundo pódio na final do salto. Depois, às 11h35, Daniele Hypolito busca a medalha na final da trave. Na mesma prova, Lorrane Oliveira é a primeira reserva.

 

 
Da Redação com Fonte brasil2016.gov.br