Circuito Mundial de Vôlei de Praia 2015 – Grand Slam de Moscou: Larissa e Talita vão à final na Rússia e buscam quinto ouro seguido na competição.

Larissa e Talita vão à final na Rússia e buscam quinto ouro seguido na competição.
Larissa e Talita vão à final na Rússia e buscam quinto ouro seguido na competição.

 

 

 

Nas últimas quatro etapas que disputaram, o lugar mais alto do pódio sempre foi delas. E neste domingo (30.05), Larissa e Talita (PA/AL) tentarão repetir a dose. A capixaba e a sul-mato-grossense venceram suas partidas das quartas e semifinais neste sábado (30.05) e buscam o quinto título consecutivo em etapas do Circuito Mundial contra as holandesas Madelein Meppelink e Marleen Van Iersel, na decisão do Grand Slam de Moscou, na Rússia.

 

 

A final terá transmissão AO VIVO do canal SporTV a partir das 11h25 (horário de Brasília). Juntas desde junho de 2014, Larissa e Talita (PA/AL) já haviam vencido na temporada passada os Grand Slams da Áustria, Polônia e Brasil, além do Open da Argentina. Agora, na estreia das brasileiras no Circuito Mundial 2015, buscam o quinto título em sequência e saem na frente na disputa pela corrida olímpica, que classificará uma dupla em cada naipe aos Jogos de 2016.

 

 

 

 

A final contra as holandesas será apenas o segundo confronto entre os dois times. No anterior, no Grand Slam da Polônia, Larissa e Talita eliminaram as rivais nas oitavas de final, em 2 sets a 0. Talita busca o 23º título internacional, enquanto Larissa pode chegar ao 51º.

 

 

 

 

“Já jogamos algumas vezes contra elas (holandesas), principalmente com parceiras diferentes, conhecemos um pouco o estilo delas. Vamos muito concentradas, os times que chegam às semifinais e finais só alcançam essas fases por estarem jogando muito bem. Merecem nosso respeito sempre. Agora vamos estudar muito elas, nos concentrarmos, para que possamos entrar amanhã como entramos hoje”, analisou Larissa.

 

 

 

 

Para chegar à decisão, Larissa e Talita venceram as chinesas Fan Wang e Yuan Yue nas semifinais, por 2 sets a 0 (21/13, 23/21), em 36 minutos. O jogo que daria vaga na decisão começou favorável ao time brasileiro, que com o saque bem encaixado abriu 8 a 4, e ampliou a vantagem ao longo do set. A presença de Talita na rede desestabilizou a China, que viu a diferença no placar aumentar para 15 a 7. Com um erro não forçado das adversárias, Talita e Larissa fecharam o primeiro set em 21 a 13.

 

 

 

 

Na segunda parcial Fan Wang e Yuan Yue ajustaram sua estratégia, e o jogo ficou mais parelho. Mas não o suficiente para parar Larissa e Talita. O time brasileiro igualou as ações, e em um ace de Talita passou a frente no placar, com 17 a 16. Com tranquilidade, as atletas chegaram a dois match points, mas as chinesas esboçaram uma última reação. No terceiro ponto decisivo, Talita fechou a rede, o set em 23/21 e o jogo em 2 sets a 0.

 

 

 

 

“Fizemos um primeiro set bom, entramos num ritmo muito bom, sacamos bem e neutralizamos muito o ataque delas. Elas tiveram que fazer jogadas forçadas e sempre colocando para fora. No segundo set foi mais difícil, os times chineses são bons, já tinham vencido dois brasileiros. Vinham jogando bem, fortes, apresentando um bom voleibol. Sabíamos que teríamos que dar o nosso melhor o tempo todo”, analisou Talita.

 

 

 

 

Horas antes, no começo da rodada, as brasileiras já tinha derrotado as espanholas Liliana Fernandez e Elsa Baquerizo por 2 sets a 0 (21/15, 21/16), em 34 minutos. Caso conquistem o título, Larissa e Talita somam 800 pontos no ranking do Circuito Mundial e na corrida olímpica, além de receberem um prêmio de 57 mil dólares. Logo após Moscou, ocorre o Major Series de Porec, na Croácia, de 2 a 6 de junho.

 

 

 

 

Em 2015, o calendário do Circuito Mundial prevê cinco Grand Slams, três Major Series, dez Opens, o Campeonato Mundial e o World Tour Finals, que reunirá apenas os oito melhores times da temporada de cada gênero. Cada torneio possui pontuação e premiação distintas, mas serão distribuídos ao todo mais de 9,6 milhões de dólares.

 

 

 

 

 

Moscou já foi sede de nove etapas do Circuito Mundial e, desde 2008, recebe um Grand Slam por temporada. O Brasil lidera o quadro de medalhas na Rússia, que também já contou ao longo dos anos com etapas em São Petersburgo e Anapa. São 15 medalhas entre os homens (seis de ouro, quatro de prata e cinco bronzes) e 14 entre as mulheres (cinco de ouro, cinco de prata e quatro de bronze).

 

 

 
Da Redação com informações provenientes da CBV