Ciclismo BMX: Seleção Brasileira de Ciclismo BMX participou de competições nos Estados Unidos e na Argentina

Renato Rezende ficou em novo no USA BMX Nationals
Renato Rezende ficou em novo no USA BMX Nationals

 

Com a seleção dividida em uma jornada dupla nesse final de semana, Renato Rezende foi escalado para competir o USA BMX Nationals, nos Estados Unidos, onde atualmente participa de intercâmbio pela Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). O brasileiro terminou na 9ª colocação geral.

 

 

A competição reuniu grandes estrelas do BMX e distribuiu pontos para o ranking mundial e olímpico pela classe C1. Renato Rezende chegou a vencer a primeira bateria classificatória de ponta a ponta. Na sua bateria das quartas de final, o brasileiro não fez uma boa largada, mas após uma corrida de recuperação, voltou a se posicionar entre os três primeiros e a sua classificação só foi definida nos metros finais, com a ajuda do Photo Finish. Com uma largada forte, Renato Rezende saiu na frente na semifinal e conseguiu se manter entre os primeiros, mas por menos de uma roda acabou fora da grande final, terminando na 9ª colocação geral.

 

 

 

“Gostei muito da participação do Renato. Foi possível observar que já estamos em um excelente nível. A prova foi disputada por grandes nomes do BMX mundial e por muito pouco não entramos na grande final. Agora vamos focar os treinamentos na primeira etapa da Copa do Mundo em Manchester”, disse Daniel Jorge, técnico da Seleção Brasileira, em referência à Copa do Mundo de BMX Supercross, que será realizada entre os dias 18 e 19 de abril, em Manchester, na Inglaterra.

 

 

 

Sul-Americano

 

 

Seleção que participou da primeira etapa do Campeonato Sul-Americano de BMX, na Argentina
Seleção que participou da primeira etapa do Campeonato Sul-Americano de BMX, na Argentina

A Seleção Brasileira também disputou, no fim de semana, a primeira etapa do Campeonato Sul-Americano de BMX, que este ano terá quatro etapas, sendo que cada etapa será dividida em duas fases (round 1 e 2). A competição foi realizada na Argentina.

 

 

 

Na primeira fase, os três atletas selecionados pelo técnico Guilherme Pussieldi para representar a seleção conseguiram disputar a grande final. Anderson Ezequiel, de apenas 19 anos, que encara a sua primeira temporada na categoria Elite, conquistou a segunda colocação. O brasileiro Miguel Dixini terminou em terceiro lugar e protagonizou a dobradinha para o Brasil.

 

 

A equipe ainda comemorou a sétima colocação do piloto Rogerio Reis, além da oitava posição de Igor Martins, que está retornando de lesão após ter ficado quase um ano sem competir. Mesmo sem estar representando a seleção nesta competição, Igor teve um ótimo desempenho.

 

 

“Essa primeira apresentação foi muito positiva. Os resultados comprovam a intensa preparação que estamos realizando com a seleção. Começamos muito bem a competição e o objetivo será manter a regularidade para brigarmos pela vitória geral após a realização das quatro etapas”, destacou Guilherme Pussieldi.

 

 

 

Na segunda fase, Miguel Dixini foi o melhor da seleção ao conquistar a quarta posição. A equipe brasileira começou muito bem e conseguiu classificação para as etapas finais com facilidade. Mas, na semifinal, quando Anderson Ezequiel liderava a sua bateria, acabou cometendo um erro na reta e sofreu um pequeno acidente que envolveu ainda os brasileiros Rogerio Reis e Igor Martins. Apenas Miguel Dixini conseguiu índice para disputar a grande final. O piloto fez uma boa largada, mas acabou perdendo posições na primeira curva, completando a prova na quarta colocação.

 

 

 

”Esta segunda fase da primeira etapa do Sul-Americano foi bastante complicada para a seleção. Infelizmente tivemos três atletas do Brasil envolvidos em um mesmo acidente e isso acabou nos prejudicando bastante. O único atleta na final foi o Miguel, que repetiu o bom desempenho de sábado e está de parabéns. Terminamos a primeira etapa satisfeito com o desempenho do grupo de uma forma geral”, disse Guilherme Pussieldi.

 

 

 

A segunda etapa do Campeonato Sul-Americano 2015 está prevista para maio, no Chile. A etapa também será dividida em duas fases, ambas somando pontos para o ranking mundial pela classe C1, de acordo com o que determina o novo cronograma da prova elaborado pela União Ciclística Internacional.

 

 

 

Da Redação com informações da CBC