Canoagem: Canoagem slalom brasileira faz história no Mundial Júnior e Sub-23

Equipe verde e amarela fechou competição em Foz do Iguaçu com quatro medalhas
Equipe verde e amarela fechou competição em Foz do Iguaçu com quatro medalhas

 

 

O Brasil mostrou que está no caminho certo no desenvolvimento da canoagem slalom no país com a conquista de quatro medalhas (uma prata e três bronzes) no Campeonato Mundial de Canoagem Slalom Júnior e Sub-23 2015, em Foz do Iguaçu, Paraná. Neste domingo, os brasileiros conquistaram prata e bronze e, no sábado, já haviam garantido dois bronzes, resultados históricos para a canoagem brasileira.

 

Na primeira prova deste domingo, a jovem Ana Sátila, representante do Brasil nos Jogos Olímpicos Londres 2012 e principal esperança de medalha na modalidade em 2016, conquistou o vice-campeonato mundial no K1 feminino sub-23 logo em sua estreia na categoria, com o tempo de 96s66. Ano passado, na Austrália, Ana havia se consagrado campeã mundial na categoria júnior. O ouro na prova ficou com a agora tricampeã mundial Jessica Fox (93s52), da Austrália, e o bronze com a austríaca Lisa Leitner (98s52).

 

 

 

“Foi o suficiente para o pódio e era isso que estava esperando. Ganhar uma medalha dentro de casa é diferente. Foi o momento mais marcante de minha carreira. Eu sou uma nova atleta depois deste campeonato, sei que posso ir além do que esperava, estou muito feliz com a descida, isso me motiva”, disse Ana Sátila.

 

 

 

Charles Correa e Anderson Oliveira garantiram o bronze no C2 masculino sub-23 com o tempo de 102s84 em prova que o ouro ficou com a Polônia (100s78) e a prata com a Eslováquia (100s97). Ainda na final, Felipe da Silva e Fabio Rodrigues terminaram na quinta colocação (111s13) e Pedro Aversa e Rafael de Souza em sétimo (116s51).

 

 

 

No sábado, a primeira medalha do Brasil veio com Felipe Borges da Silva, bronze no C1 masculino sub-23 com o tempo de 96s78. O ouro ficou com o britânico Adam Burgess (93s22) e a prata com o italiano Paolo Colazingari (95s09).

 

 

O segundo bronze do dia foi conquistado pela equipe masculina do K1, representada por Pedro da Silva, Fabio Rodrigues e Marcello Mapelli. Os brasileiros fecharam a prova em 99s87, atrás de República Tcheca (97s69) e Polônia (99s49).

 

 

 

Com informações do COB