Campeonato Paulista 2015 – Paulistão: Santos e Palmeiras decidem o Paulistão na Vila Belmiro

Santos x Palmeiras
Santos x Palmeiras

 

 

A disputa entre Santos e Palmeiras no estádio da Vila Belmiro na tarde deste domingo, às 16h, vale um pouco mais que o título do Paulistão Itaipava 2015 – Série A1. Com 22 títulos palmeirenses contra 20 santistas, as equipes buscam melhorar estes números por objetivos diferentes dentro de suas histórias. O Santos tenta pela terceira vez voltar a ser o terceiro maior vencedor de títulos paulistas, enquanto o Palmeiras quer fugir da proximidade do rival e voltar a se aproximar do líder Corinthians.

 

Com 27 conquistas de Paulistão, o Corinthians é o líder deste ranking, conquistando o 27º título em 2013. Na sequência aparece o Palmeiras com 22 títulos, contra os empatados Santos e São Paulo que tem 20 conquistas cada. Ao longo da história essa disputa teve momentos de grandes diferenças entre as equipes e momentos de maior aproximação entre os quatro principais times do estado, além de disputa acirrada pela ponta do ranking.

 

 

 

Na história do Campeonato Paulista, jogado desde 1902, foram disputadas 124 taças e o primeiro time a acumular grande número de títulos foi o Paulistano, até os dias atuais o quinto maior vencedor. Quando ganhou seu 11º título na história, em 1929, pela LAF, o Corinthians ganhava no mesmo ano pela APEA apenas o seu sétimo título. O Palmeiras, então Palestra Itália, havia vencido apenas três vezes, enquanto o Santos nenhum e o São Paulo sequer havia sido fundado.

 

 

Quando o Corinthians tomou a frente deste ranking com 12 títulos, em 1941, já tinha na sua cola o Palmeiras que no ano seguinte foi campeão pela nona vez. Em 1943 foi a vez de o São Paulo conquistar o título inédito, empatando com o Santos com uma conquista. Até 1954, último título corintiano antes da enorme fila vivida pelo clube do Parque São Jorge, o placar apontava 15 títulos para o Corinthians contra 12 do Palmeiras, seis do São Paulo e ainda apenas um do Santos.

 

 

Começava, porém, uma época de grandes conquistas do time santista que a partir de 1955, saltou para 12 títulos em 1969, passando o Paulistano e ocupando o terceiro lugar, atrás dos líderes Palmeiras e Corinthians com 15 títulos. O São Paulo ganharia os próximos dois campeonatos chegando aos nove títulos, antes de o Palmeiras tomar à frente da lista e abrir vantagem na liderança com os títulos de 1972, 1974 e 1976.

 

 

 

Quando o São Paulo enfim se tornou o quarto maior vencedor de títulos ao passar o Paulistano em 1981, tinha à sua frente o Santos com 14 conquistas, o Corinthians com 17 e o Palmeiras com 18. Mas, os próximos anos seriam péssimos para os times de Palestra Itália e Vila Belmiro que amargariam longas temporadas sem títulos estaduais.

 

 

 

Com isso, as ascensões de Corinthians e São Paulo foram inevitáveis. Em 1988 o Corinthians abriu uma conquista de vantagem para o Palmeiras ao comemorar seu vigésimo título, enquanto no ano seguinte o São Paulo empatou com o Santos com a 15ª conquista estadual. E os títulos do time do Morumbi se seguiram e o tricolor passou a assustar a dupla líder histórica do rankinkg, já que conquistou seu 17º título em 1992, ficando a um do Palmeiras e dois atrás do Corinthians.

 

 

No entanto o Palmeiras voltou à rotina de títulos e em 1995, entrou em campo na final contra o Corinthians empatados com 20 títulos cada, disputando a supremacia estadual. O time do Parque São Jorge venceu, mas viu o Palmeiras empatar em 1996. Com conquistas em 1998 e 2000, o São Paulo chegou a 19 títulos, acirrando novamente a disputa entre os três: Corinthians 23; Palmeiras 21; e São Paulo 19.

 

 

Mas, a partir de 1997, com conquistas curiosamente em anos ímpares, o Corinthians dispararia e, após vencer em 1997, 1999, 2001 e 2003 atingiu 25 títulos, contra os mesmos 21 do Palmeiras e viu o São Paulo conquistar sua 20ª disputa em 2005.

 

 

No ano seguinte, porém, o Santos, então com os mesmos 15 títulos conquistados ainda em 1984, voltaria a ser campeão estadual depois de 22 anos. Com o bicampeonato em 2007 e o tri conquistado em 2010, 2011 e 2012, a equipe de Vila Belmiro voltou a se aproximar dos rivais com 20 títulos, empatando inclusive com o São Paulo no número de conquistas. O Palmeiras com o título de 2008 foi a 22, enquanto o Corinthians levantou as taças de 2009 e 2013 e chegou aos 27 títulos.

 

 

 

Caso o Palmeiras vença, diminui a diferença para o grande rival que na história só foi tão grande em 1930, quando o time do Parque São Jorge chegou ao oitavo título contra três do rival alviverde. Já o Santos pode voltar a ser o terceiro maior vencedor, o que deixou de acontecer em 1991, quando o São Paulo tomou o posto do time santista. Além disso, o time santista jamais esteve tão próximo de ser o segundo neste ranking.

 

 

Lista de títulos estaduais:

 

 

Corinthians – 27
Palmeiras – 22
Santos e São Paulo – 20
Paulistano – 11
São Paulo AC – 4
AA das Palmeiras e Portuguesa – 3
Americano, Germânia, Internacional, Ituano e São Bento (capital) – 2
Bragantino, Inter de Limeira, São Caetano e São Paulo da Floresta – 1