Campeonato Paulista 2015 – Paulistão: Pela sétima vez na história do Paulistão os quatro grandes se encaram em uma semifinal

Semifinal do Paulistão 2015
Semifinal do Paulistão 2015

 

 

Em toda a história do Campeonato Paulista, disputado desde 1902, essa será a 22ª semifinal disputada e apenas a sétima com todos os quatro grandes na disputa, o que denota a força do interior do estado. No total, 21 equipes já disputaram as semifinais com destaque para o São Paulo, que mais vezes esteve nesta fase e o Corinthians que tem o melhor aproveitamento entre os grandes.

 

 

Das 22 disputas de semifinais do Campeonato Paulista, os considerados grandes clubes do estado estiveram juntos em sete delas, ao passo que nunca houve uma semifinal sem nenhum dos principais clubes. O mais próximo disso ocorreu em 1985, quando o campeão São Paulo teve a companhia da finalista Portuguesa, além dos interioranos Guarani e Ferroviária. Em 1983, 1987, 1999, 2000, 2009, 2011 e 2015, os quatro grandes disputaram o título.

 

 

O mais assíduo nesta fase aguda do campeonato é o São Paulo, que esteve em 16 disputas, contra 15 do Santos, 14 do Palmeiras e somente 13 do Corinthians. Por outro lado, o time do Parque São Jorge é quem tem o melhor aproveitamento, já que esteve em dez finais, conquistando seis títulos. Neste quesito, os alvinegros dominam, já que o Santos é quem aparece na sequência com nove finais e cinco títulos, contra oito finais e os mesmo cinco títulos do São Paulo. O Palmeiras, por sua vez, chegou à final em apenas três oportunidades e conquistou somente um título.

 

 

 

Em semifinais, os confrontos deste Paulistão Itaipava 2015 – Série A1 aconteceram em apenas duas oportunidades: em 1983 e 2011. O Corinthians leva vantagem tendo vencido os dois confrontos diante do Palmeiras, enquanto Santos e São Paulo estão empatados com uma eliminação para cada lado.

 

 

Força do interior

 

 

 

Nas 15 semifinais sem os grandes, 16 times do interior estiveram envolvidos – a Portuguesa disputou duas. Considerada a capital do futebol no final da década de 70 e início dos 80, a cidade de Campinas se destaca já que Guarani e Ponte Preta estiveram em quatro semifinais cada. Em duas delas – 1979 e 2012 -, se enfrentaram com uma eliminação cada. Ainda se destacam São Caetano e Bragantino, que estiveram em duas semifinais.

 

 

Com aproveitamento máximo, Inter de Limeira e Ituano também merecem destaque. Ambas as equipes chegaram apenas uma vez em uma disputa dessa amplitude e se deram bem, sagrando-se campeãs. Em 1986, no primeiro título de uma equipe do interior no história do Paulistão, a Inter de Limeira venceu o Santos antes de ser campeão contra o Palmeiras. 28 anos depois o Ituano inverteu os confrontos e eliminou o Palmeiras para ser o campeão paulista de 2014 diante do Santos.

 

 

Outro formato

 

 

 

Em três ocasiões quatro ou menos times decidiram o campeonato paulista com jogos de ida e volta. Em 1913, apenas três times disputaram a competição da Associação Paulista de Esportes Atléticos e o Paulistano superou o Mackenzie e a Associação Atlética das Palmeiras para ser o campeão. Mais tarde, em 1927, o então Palestra Itália superou Santos, Corinthians e Guarani no quadrangular decisivo e foi o campeão. Setenta anos depois, novo e último quadrangular final, o único envolvendo os quatro grandes, e quem se deu bem foi o Corinthians, campeão seguido pelo São Paulo, Santos e Palmeiras.

 

 

 

Da Redação com informações da FPF