Campeonato Brasileiro 2017 – Brasileirão: Selvageria entre torcidas fora do estádio marcou o jogo entre Coritiba e Corinthians no Paraná.

Selvageria entre torcidas fora do estádio marca o jogo entre Coritiba e Corinthians no Paraná. – foto: twitter.com/_sccpnews

 

 

O futebol é um esporte que causa inúmeras sensações e paixões que levam a milhões de pessoas em volta do mundo a saírem de suas casas e irem com as suas famílias aos jogos, não importando, que seja uma arena de última geração ou um campo de várzea.

 

 

 

 

Mas existem vândalos infiltrados no meio destes milhões de apaixonados, que envergonham e cometem crimes em nome de um falso amor a um time, este exemplo de selvageria  aconteceu na manhã deste domingo (18) antes da Partida entre Coritiba e Corinthians pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro em Curitiba.

 

 

 

 

Jonatan José Gomes Souza da Silva, de 29 anos,  torcedor do Corinthians foi espancado durante uma briga entre as torcidas. Ele foi encaminhado em estado grave para o Hospital do Trabalhador, mas está consciente. O hospital disse que o jovem foi socorrido e que o estado de saúde dele é estável.

 

 

 

 

 

O confronto  se deu após os ônibus da torcida do time Paulista errar o caminho e darem de cara com a organizada do Coritiba.

 

 

 

 

 

 

Em um vídeo que circula pelas redes sociais é possível visualizar o momento em que os ônibus são apedrejados e um torcedor desce do veículo, é rodeado por rivais e espancado. Ele cai no chão e sofre diversos chutes e pontapés na cabeça até que um indivíduo intervém na situação.

 

 


 

 

A Polícia Militar do Paraná informou que cinco homens entre 24 e 44 anos de idade foram encaminhados em estado grave para os Hospitais Cajuru e Trabalhador, enquanto duas vítimas de 26 e 43 anos recusaram atendimento. A assessoria de imprensa do Hospital Cajuru informou que está atendendo quatro vítimas e todas estão conscientes, sem risco de morte.

 

 

 

 

 

De acordo com o guarda municipal Jean Pereira Barbosa, que atendeu a ocorrência, os ônibus da torcida do Corinthians teriam se dispersado do restante do comboio e seguido para o estádio por outro caminho. “Ali na esquina, alguns torcedores desembarcaram dizendo que precisavam tirar naquela entrada o ingresso comprado pela internet. Só que cerca de 30 torcedores do Coritiba foram ataca-los nesse momento”.

 

 

 

 

 

 

 

Quando a pancadaria começou, outros passageiros dos ônibus também desceram e a situação fugiu do controle. “Cerca de 200 torcedores desceram e vimos paus, pedras, garrafas de cerveja. Um verdadeiro caos”, afirmou o GM, que precisou efetuar cerca de 10 disparos de arma calibre 12 com munições de borracha para conter a multidão.

 

 

 

 

 

 

Um helicóptero acompanhou a situação e diversas viaturas da PM também atenderam a ocorrência com o objetivo de dispersar o tumulto e abrir caminho para os socorristas. Uma pessoa foi presa sob suspeita de tentativa de homicídio.

 

 

 

 

 

 

Da Redação com base em informações da Globo Esporte, Tribuna do Paraná e twiter