Campeonato Brasileiro 2015 – Série B: Botafogo vence o Vitória por 2 a 0 e segue 100% na Série B do Brasileirão.

Willian Arão comemora o segundo gol do Botafogo (Crédito: Vitor Silva/SSPress)
Willian Arão comemora o segundo gol do Botafogo (Crédito: Vitor Silva/SSPress)

 

 

No Estádio Nilton Santos, o Botafogo confirmou o aproveitamento de 100% em casa ao derrotar o Vitória por 2 a 0, neste sábado (30/05), pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, chegando a 10 pontos. Os gols foram de Diego Giaretta e Willian Arão, ambos no primeiro tempo. O próximo adversário do Alvinegro é o Paraná, terça-feira (02/06), em Curitiba.

 

 

Se antes da partida, a torcida parabenizou os ex-jogadores Fifi e Mendonça (aniversariantes este mês) e Jefferson (que se apresentará a Seleção Brasileira para disputar a Copa América), durante o jogo os alvinegros apoiaram e viram o time corresponder. O time alvinegro dominou o primeiro tempo e abriu boa vantagem.

 

 

 

Aos 4 minutos, Elvis arriscou de fora da área, a bola desviou e saiu em escanteio. Na cobrança de Daniel Carvalho, Diego Giaretta subiu consciente para cabecear para a rede e abrir o placar.

 

 

 

Surpreendido com o gol no início, o Vitória teve que sair para o jogo e dar espaços. Até ameaçou em cobrança de falta de Amaral por cima e em boa jogada individual de Rogério, que não conseguiu concluir bem. Mas, foi o Botafogo quem marcou novamente. E um belo gol. Aos 23 min, Thiago Carleto fez ótimo lançamento, Willian Arão infiltrou na zaga adversária, dominou, driblou o goleiro e tocou para dentro.

 

 

 

No segundo tempo, o jogo mudou. Embora tenho tido boa oportunidade com Gilberto, que finalizou cruzado para fora, o Botafogo preferiu não se expôr e administrou o resultado sem ser ameaçado.

 

 

 

René Simões colocou Fernandes no lugar de Daniel Carvalho e Luis Ricardo na vaga de Thiago Carleto, que saiu com dores. Com as mudanças, o Botafogo esteve perto de ampliar. Primeiro com Rodrigo Pimpão, que cabeceou no travessão, depois com Elvis, que pegou o rebote e mandou por cima, aos 32. No minuto seguinte, Bill bateu, o goleiro espalmou e Fernandes finalizou para fora no rebote.

 

 

 

Outro a entrar foi Diego Jardel. Em seu primeiro lance, recebeu grande passe de Gilberto, driblou o goleiro e tocou para o meio. A bola caprichosamente cruzou a área na frente do gol. A grande chance do Vitória veio apenas aos 42, quando Elton dominou na área e soltou uma bomba na trave. Nada capaz de evitar mais um triunfo do Glorioso.

 

 

 
BOTAFOGO 2 X 0 VITÓRIA

 

 

 

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 30 de maio de 2015, sábado
Horário: 16h30(de Brasília)
Renda: R$ 282.490,00
Público: 8.225 pagantes (10.039 presentes)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (SP)
Cartões amarelos: Daniel Carvalho (Botafogo); Flávio, Pedro Ken, Rhayner (Vitória)

 

 

 

Gols:
BOTAFOGO: Giaretta, aos 4, e Willian Arão, aos 21min do primeiro tempo

 

 

BOTAFOGO: Jéfferson, Gilberto, Renan Fonseca, Diego Giaretta e Carleto (Luis Ricardo); Marcelo Mattos, Willian Arão, Daniel Carvalho (Fernandes) e Elvis (Diego Jardel); Rodrigo Pimpão e Bill
Técnico: René Simões

 

 

 

VITÓRIA: Fernando Miguel, Diogo Mateus, Ramon, Edinei e Diego Renan; Amaral, Flávio e Pedro Ken (Vander); Rogério (Léo Ceará), Rhayner (David) e Elton
Técnico: Wesley Carvalho

 

 

 

 
Da Redação com informações provenientes da Agência FERJ