Amistosos: Seleção Brasileira chega a Paris para amistoso contra França

Jogadores conversam no hotel em Paris: Luiz Adriano (d), Jefferson e Elias (e). Elcio Ramalho
Jogadores conversam no hotel em Paris: Luiz Adriano (d), Jefferson e Elias (e). – Foto: Elcio Ramalho

 

 

Com atraso, mas mostrando muita disposição, uma parte dos jogadores da seleção que vieram do Brasil desembarcou na capital francesa neste domingo (22), por volta das 16h pelo horário local (12h em Brasília). Além de um grupo de seis atletas, chegaram também os membros da comissão técnica.

 

 

Na entrada do hotel onde estão hospedados, ao norte de Paris, poucos jogadores falaram. Entre eles, o zagueiro Gil, do Corinthians, um dos convocados depois da confirmação dos cortes de David Luiz e Marquinhos, por lesão.

 

 

 

“Não esperava essa chance. Mas a gente está preparado, né? Vamos continuar trabalhando da mesma maneira e graças a Deus pude voltar”, diz o zagueiro. “Agora tenho a oportunidade de estar trabalhando com a seleção, tenho que me manter focado”, completou.

 

 

 

O corintiano também não demonstrou frustração ao perceber que seu nome não fez parte da primeira lista de convocados. “Não tem frustração. O trabalho continua da mesma maneira. A gente tem que acatar e continuar trabalhando. Foi o que eu fiz, então estou feliz de poder estar aqui hoje.”

 

 

 

Outro que ganhou nova oportunidade com Dunga foi o centro avante Luiz Adriano, do Shakthar Donetsk. De férias no Rio Grande do Sul, depois da desclassificação do time ucraniano na Champions League, o atacante veio no avião que trouxe o grupo dos jogadores atuando no Brasil. Ele resumiu sua satisfação com a volta à seleção: “Estou feliz. É importante estar novamente com a equipe”.

 

 

Manter trajetória de vitórias

 

 

 

Veterano na equipe de Dunga, o goleiro Jefferson, do Botafogo, chegou a Paris com disposição de contribuir para a invencibilidade da equipe e conquistar mais bons resultados nesta nova fase de amistosos. “Espero que a gente possa manter a regularidade dos primeiros jogos e poder, se Deus quiser, estar ajudando a seleção brasileira”, comentou. “A gente sabe que fez quatro grandes partidas, principalmente contra a Argentina. Espero atuar como titular”, completou.

 

 

Segundo Jefferson, os amistosos contra a França, no dia 26, e contra o Chile, dia 29, vão ser importantes para se firmar na seleção. “Tem que estar aqui presente. Esperamos ter regularidade e carimbar nosso passaporte para Copa América”, completou.

 

 

 

Logo depois de colocar as bagagens nos quartos, Elias, Luis Adriano, Gil, Souza e Jefferson saíram para passear pela capital francesa. Neste domingo, outros jogadores são aguardados para se juntarem à seleção. Entre eles, Fernandinho do Manchester City.

 

 

 

Neymar e Marcelo, que disputam o clássico entre o Barcelona e Real Madrid, devem chegar a Paris no início da tarde desta segunda-feira (23), mesmo dia em que deve se apresentar o ex-capitão Thiago Silva, do PSG. O primeiro treino da seleção brasileira está programado para o final da tarde desta segunda-feira, no estádio Charletty, no sul de Paris.

 

 

 

Da redação com Fonte RFI