Amistosos da Seleção Brasileira de Futebol: CBF ironiza em seu site a homenagem a jogadores Francese: “festeja melhor quem festeja por último”

Página da CBF
Página da CBF

 

 

Em seu site a CBF ironiza a homenagem feita pela Federação Francesa aos jogadores que jogaram mais de 100 vezes pela França. Confira a matéria:

 

Na casa deles

 

Que vitória bonita: festeja melhor quem festeja por último

 

 

Jogadores Franceses durante a homenagem -Créditos: Rafael Ribeiro / CBF
Jogadores Franceses durante a homenagem -Créditos: Rafael Ribeiro / CBF

 
Os franceses fizeram uma festa merecida. Nunca é demais e nada mais justo do que reconhecer os méritos e retribuir as alegrias que jogadores consagrados deram com a camisa da sua seleção.

 

 

Mas eles escolheram a data errada para homenagear os craques que jogaram mais de 100 vezes pela França.

 

 

Zinedine Zidane, Thierry Henry, Marcel Desailly e Patrick Vieira entraram em campo sob delírio dos franceses, aplaudidos intensamente à medida que seus nomes eram anunciados pelo locutor oficial da Federação Francesa.

 

 

Lances da decisão da Copa do Mundo de 1998, com destaque para os três gols e a festa depois do jogo, com imagem do capitão e hoje técnico Deschamps levantando a taça, eram exibidas seguidamente no telão.

 

 

 

Foi a bonita a festa. Mas tinha hora e lances certos para acabar. Começou no gol de Oscar, prosseguiu no chute colocado de Neymar no segundo e foi sepultada de vez no gol de cabeça de Luiz Gustavo.

 

 

Os franceses, que cantavam em alto e bom som, tiveram de ver o toque de bola do Brasil soberano em campo. E, mais uma vez, se curvar ao talento do jogador brasileiro.

 

 

Da Redação como fonte de informação da CBF