Bragança Paulista: Guarda Municipal apreendeu mais de 1.400 porções de entorpecentes neste final de semana

Guarda Municipal de Bragança Paulista
Guarda Municipal de Bragança Paulista

 

 

 

No último final de semana, a Guarda Civil realizou ações de combate à criminalidade em diversos pontos da cidade. Na noite de sexta-feira, dia 20, foi desencadeada uma operação conjunta com a Polícia Militar, Conselho Tutelar e Comissário de Menores em um posto de combustível, localizado nas imediações do Lago do Taboão.

 

 

No local havia denúncia de uso de drogas e álcool por menores de idade e também veículos com som alto. A constatação da Guarda Civil é que ocorreu uma migração desta prática, após a constante realização da “Operação Cartão Postal”, no Lago.

 

 

 

Na oportunidade, um veículo foi apreendido com som mais alto do que o permitido e 31 pinos de cocaína foram localizados no banheiro do estabelecimento. A droga foi localizada por cães do Canil da Guarda Civil.

 

 

 

Já na manhã de sábado, dia 21, grande quantia de drogas foi apreendida no Jardim São Miguel. Guardas estavam em patrulhamento pelo bairro quando avistaram dois indivíduos em uma moto em atitude suspeita. A dupla conseguiu fugir, mas num mato próximo os guardas encontraram uma mochila contendo 438 pinos com cocaína, 426 pedras de crack e 575 porções de maconha. As drogas foram apreendidas e o caso será investigado pela Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE).

 

 

 

No domingo, dia 22, duas pessoas foram presas na travessa da Liberdade, no bairro Santa Rita de Cássia, após a placa adulterada do veículo que elas estavam ser flagrada pelo Complexo Integrado de Emergência, Segurança e Mobilidade (CISEM). Quando o veículo passou por um dos equipamentos, um alerta foi emitido e o mesmo começou a ser monitorado, sendo abordado.

 

 

 

As placas, com queixa de furto, eram utilizadas em um Palio vermelho, quando na verdade tratava-se de placa de um Gol, que foi furtada no último dia 17. A dupla que estava no interior do veículo confessou a prática do furto da placa. Os indivíduos alegaram que agiram por vingança, já que o dono do Gol, a qual as placas pertenciam, tinha se envolvido em um acidente e não quis pagar os danos.

 

 

 

Conforme informado, a ideia da dupla era cometer diversas infrações de trânsito usando a referida placa para assim prejudicar o dono do Gol. Os dois foram, então, conduzidos ao Plantão Central e autuados em flagrante por adulteração de sinal identificador de veículos automotor, sendo recolhidos à Cadeia Pública de Piracaia.

 

 

 

Ainda no domingo, no final da tarde, um procurado pela Justiça foi preso pela Guarda Civil no bairro Padre Aldo Bolini. O indivíduo foi abordado em via pública, sendo constatado que havia contra ele mandado de prisão expedido pela Justiça de Minas Gerais. O mesmo foi encaminhado à delegacia e em seguida à cadeia.

 

 

 

Da Redação com informações da EBC