Bragança Paulista: Fernão Dias apresenta a Imprensa a revista “Caminho Certo” com as realizações de seu governo.

Fernão Dias apresenta a Imprensa a revista "Caminho Certo" com as realizações de seu governo.
Fernão Dias apresenta a Imprensa a revista “Caminho Certo” com as realizações de seu governo.

 

Na manhã de sexta-feira, 10/4/15, o prefeito Fernão Dias convocou a imprensa e falou de seu governo, entregando aos jornalistas exemplares da revista ‘Caminho Certo’, que presta contas de sua administração e será distribuída para a população a partir da próxima segunda-feira. Na ocasião o prefeito foi acompanhado pela vice-prefeita, Huguette Teodoro da Silva, pela primeira-dama, Rosangela Leme, e secretários municipais.

 

 

O prefeito destacou que as conquistas relatadas na revista dizem respeito, principalmente, à população mais carente da cidade. “Hoje estamos entregando dados sobre todas as áreas da administração. Que podem e devem ser debatidos, mas demonstram o desenvolvimento que tivemos na área social. O que realizamos e que já fez diferença na sociedade bragantina, principalmente junto ao povo mais pobre, aquele que de fato precisa da administração, onde a administração tem de fazer a diferença”, afirmou.

 

 

“A administração Fernão Dias e de Huguette Teodoro da Silva enfrenta os problemas que a décadas eram deixados de lado e coloca o dedo na ferida”, esta foi a opinião expressada pelo representante da Rádio Bragança AM, Ted Fagundes.

 

 

 

O assunto Sabesp foi comentado e se enfatizou que depende dos vereadores aprovarem ou não a proposta da empresa, que deve se levar em conta tudo que está em jogo, pois não são apenas 50 milhões da outorga para investimentos, está em jogo cerca de R$ 500 milhões, que segundo o prefeito pertenceriam daqui trinta anos totalmente a Bragança, pois segundo Fernão estes valores são referentes aos R$ 250 milhões que a SABESP diz valer os investimentos realizados na cidade e que a ela pertence e os investimentos futuros que serão realizados. “Se perdermos esta oportunidade, dificilmente conseguiremos outra igual”, o prefeito ainda desafiou a oposição ou a qualquer outro que apresente uma proposta melhor.

 

 
O prefeito falou ainda sobre a importância das Zona Especial de Interesse Social (ZEIS), que poderá beneficiar a construção de unidades habitacionais para a população carente do município e da modificação do plano diretor de Bragança para que a cidade não fique de fora do Minha Casa, Minha Vida 3.

 

 
Zeis

 

 

 

As Zeis são lotes menores, de 7x20m (140 m²), que permitem construções de casas populares a um preço mais acessível à população carente, promovendo assim a democratização da moradia popular. O lote tradicional é de 10x25m (250m²) e por ser maior o preço do imóvel também aumenta.

 

 

Com o projeto de lei os empreendedores que efetuarem loteamentos nas ZEIS terão que transmitir 10% dos lotes para o Poder Público, ou destinar 10% dos lotes em unidades habitacionais, ou, por fim, doar área fora do loteamento, ainda em área de ZEIS, no tamanho equivalente a 18% da área do terreno inicial.

 

 

 

Já no caso de empreendedores que desejem realizar construções de prédios e casas de interesse social, deverão destinar 50% das unidades aos munícipes inscritos no Cadastro Municipal de Habitação de Interesse Social. Caso o empreendedor não cumpra as exigências estabelecidas, não terá direito de parcelar loteamentos nas ZEIS.

 

 

Além da implantação, o projeto traz também alteração e correção de alguns zoneamentos já existentes, relacionados a construções gerais e de comércio.

 

 

 

Da Redação com informações provenientes do DIMP