Bragança Paulista: Câmara de Bragança aprova reajuste salarial de servidores municipais e subsídio dos vereadores

Vereadores rejeitam proposta do Executivo que permitia alienação, transferência ou cessão de bens públicos
Câmara de Bragança aprova reajuste salarial de servidores municipais e subsídio dos vereadores

 

 

 

Os vereadores da Câmara Municipal de Bragança Paulista aprovaram na sessão de ontem (26/5) três projetos de lei complementares que garantem o reajuste salarial dos servidores da Prefeitura, Câmara Municipal e do subsídio que recebem. Os projetos foram aprovados por unanimidade.

 

 

O reajuste dos servidores municipais da Prefeitura e da Câmara será de 8,17%. O valor foi estipulado em acordo da Prefeitura com o Sismub (Sindicato dos Servidores Municipais de Bragança Paulista e Região), tendo como base o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo). O valor representa a inflação dos últimos doze meses e é retroativo a 1º de maio.Já o subsídio dos vereadores teve como base o IPCA de março, ficando, portanto estipulado em 8,13%.

 

 

 

Além dos reajustes de vencimentos, houve a votação em turno único do projeto de resolução 2/2015, de autoria do vereador Jorge Luís Martin (Proerd). A medida altera o Regimento Interno da Câmara, permitindo que o presidente da comissão permanente seja substituído em suas faltas, impedimentos e licenças pelo vice-presidente e, na falta deste, pelo membro mais idoso.

 

 

 

 

Segundo a justificativado autor, a mudança busca garantir que a sessão da comissão possa acontecer mesmo na ausência do presidente ou do vice-presidente. O projeto foi aprovado com 15 votos favoráveis e um contrário.

 

 

 

 

A próxima sessão ordinária será realizada na terça-feira, 2 de junho, às 16h, no Plenário da Câmara Municipal.

 

 

 
Da Redação com informações provenientes do Departamento de Comunicação Institucional da Câmara Municipal de Bragança Paulista